Turismo | Cidades | Culinária |


Principal Geografia Mapa Meteorologia Calendário Administração
Vídeos   Fotos Outras

Os desbravadores da região teriam sido tropeiros que ali chegaram em meados do séc. XVIII. A primeira missa foi celebrada em 1837, na fazenda Nova Floresta, de propriedade de Paulo Carneiro Bastos, pelo vigário da paróquia de Jacuí. Após a cerimônia, os fiéis decidiram construir uma capela de taipa, coberta de sapé, dedicada a Nossa Senhora das Dores, dando origem ao Arraial das Dores de Guaxupé. Para a constituição do patrimônio da igreja, Paulo Carneiro Bastos fez doação de 24 alqueires de terras, e como não possuía descendentes, instituiu seus escravos como herdeiros, concedendo-lhes também a liberdade. Foi deles que o tenente-coronel Manoel Joaquim, futuro Barão de Guaxupé, comprou as terras que passou a cultivar. O arraial foi elevado a distrito em 1853, com a denominação de Nossa Senhora das Dores do Guaxupé e, em 1911, foi criado o município. Há mais de 40 anos, durante a primeira quinzena de julho, Guaxupé realiza a Exposição de Orquídeas e Plantas Ornamentais, com a participação de orquidófilos de várias cidades brasileiras. É de se destacar, também, a Expoagro, Exposição Agropecuária e de Artesanato, realizada na primeira quinzena de junho. Fonte: Secretaria da Cultura em 01/10/1999

DENOMINAÇÕES ANTERIORES: DORES DO GUAXUPÉ